AGORA / ÁGORA criação e transgressão em rede

Apr 29, 11 • EventosNo Comments

Esta semana é o lançamento oficial do projeto AGORA / ÁGORA criação e transgressão em rede coordenado por Aron Krause Litvin e Daniel Muller Caminha do Estudio Nómade (Porto Alegre, Brasil). Conta com a curadoria geral de Angélica de Moraes e a coordenação web de Giselle Beiguelman. Juan Freire e eu participamos como curadores convidados (da parte dedicada a tecnologias sociais). O projeto possue dois eixos de atividade: por una parte, um espaço digital de interação criativa dedicado a projetos de artivismo e tecnologias sociais (“ágora”) e, por outra, uma mostra internacional com 14 artistas (“agora”) que se exibirá de 26 de maio a 7 de agosto no centro Santander Cultural de Porto Alegre (Praça da Alfândega). Esta é a apresentação do projeto no blog do Estudio Nómade:

… pretende celebrar e questionar nosso presente, cheio de urgências e possibilidades. Um tempo que se faz em fragmentos e sentidos que tem a duração dos afetos. Assim, encontra nas redes possibilidades de invenção. A nova lógica de colaboração e compartilhamento lança idéias múltiplas de inovação em diversas áreas do conhecimento, onde o capital social (as pessoas) é o maior bem. A arte no meio disso tudo, age como uma linha que atravessa e, independente, coloca-se no espaço. O projeto, que o Santander Cultural aposta nesse ano, tem dois eixos bem definidos. Autônomos entre si, se cruzam e criam sentidos singulares em suas propostas. Uma mostra internacional com 14 artistas / Uma plataforma web com dispositivos de criação coletiva. Ambas lançam um olhar para novas formas de produção, onde multi autoralidade, co-criação, auto organização e o tempo sobreposto [instantâneo simultâneo] conduzem para uma experiência ativa.

Nas próximas semanas, serão publicados os conteúdos (informações sobre os projetos selecionados e os artistas participantes) e atividades. Além da web do projeto, no blog já se começou a discutir alguns conceitos relacionados com os temas trabalhados na exposição e a conversa segue no twitter e facebook.

Agora / Ágora pretende ser um espelho crítico da cultura contemporânea, explorando seus oportunidades, paradoxos e contradições. O texto abaixo apresenta com mais detalhes os conceitos chaves da proposta e das atividades que se desenvolverão:

Hibridismo, sobreposição, instantaneidade. A vida atual cada vez mais parece caber naquela frase:”tudo ao mesmo tempo, agora”. É para celebrar, interagir e questionar esta característica fundamental de nosso cotidiano que o Santander Cultural de Porto Alegre apresenta o projeto “AGORA / ÁGORA – Criação e transgressão em rede”.

A mudança da percepção do tempo é uma característica do nosso agora. Há muito abandonamos a ilusão de atingir o todo, de ter uma explicação totalizadora de nosso lugar no mundo. Nossa atividade diária é costurar fragmentos, flashes, instantes, em um quebra-cabeças que jamais se completará. Nossa certeza de hoje é nossa dúvida de amanhã. Não existe mais a noção de que o passado explica o presente e iluminará o futuro. A validade das coisas é relativa ao momento que elas habitam.

Essa idéia é o eixo de todo o projeto e, ao mesmo tempo, a temática central da exposição “Agora/Instantâneo/Simultâneo”, curadoria de Angélica de Moraes que reúne 14 artistas nacionais e internacionais em torno da passagem rápida do tempo sobre as coisas e o resultado disso para o entendimento do nosso mundo atual. Todas as obras escolhidas, mesmo nas mídias tradicionais (pintura, escultura, desenho), envolvem esse tema ou foram feitas em meios expressivos que utilizam o tempo (filme, vídeo, fotografia, videoinstalação).

Além da exposição no espaço físico e em cruzamento com ela no espaço virtual, há o lado web do projeto, denominado Ágora, sob coordenação de Giselle Beiguelman e participação de Karla Brunet e Juan Freire. A palavra Ágora define bem sua característica: Ágora, na antiga Grécia, era o local onde os cidadãos se reuniam para resolver os destinos da cidade. Algo que a internet ampliou a nível planetário e que é aqui utilizado como plataforma de discussão de estratégias de criação coletiva de conhecimento e mobilização através das redes sociais. O objetivo é promover e fermentar o pensamento do agora como algo a ser construído coletivamente, a partir de idéias individuais.

O projeto “Agora/Ágora – Criação e transgressão em rede” apresenta formato inédito no circuito cultural brasileiro. O público é convidado a observar e interagir em dois espaços – o real e o virtual – que têm suas características próprias mas também se expandem e potencializam pela mistura e combinação.

Exposição Agora/Instantâneo/Simultâneo. “Toda a exposição está pensada para criar estranhamentos e mostrar o absurdo que seria tentar enquadrar, separar, classificar e medir a arte contemporânea, que cada vez mais trabalha na expansão de limites de percepção e no cruzamento de significados”, observa a curadora Angélica de Moraes.

Ágora. A plataforma Ágora é acessável em www.agora.art.br e inclui conteúdos informativos sobre Artivismo e Tecnologias Sociais, com “uma seleção comentada de projetos que propõem o uso colaborativo e original das redes, iluminando o potencial de dissidência da arte contemporânea”, afirma Giselle Beiguelman.

Segmento importante de Ágora, Fluxo de Idéias é um espaço de acolhimento e disseminaçao de idéias, que irá premiar propostas inovadoras na área do empreendedorismo social enviadas pelo público. Abrangerá ainda seminários via Twitter e exposições online de fotos e vídeos no Flickr. A curadora Angélica de Moraes fará Idéias Enredadas, seleção no Facebook de notícias, comentários e dicas sobre o que acontece no mundo expandido das artes no panorama nacional e internacional.

Atividades complementares. O projeto “Agora/Ágora – Criação e transgressão em rede” terá um ciclo de debates com pensadores e artistas, que acontecerá na sala multiuso do Santander Cultural e no Teatro do CIEE, além de aquecimentos reflexivos através do twitter. Um catálogo documentará a exposição e as atividades web tanto em versão impressa como no site do projeto.

Equipe:

Curadoria geral: Angélica de Moraes

Coordenação: Aron Krause Litvin e Daniel Muller Caminha

Produção Executiva: Bruna Fetter

Comunicação e Relacionamento: Estúdio Nômade

Arquitetura: Eduardo Saorin

Consultoria web: Giselle Beiguelman

Curadores convidados: Juan Freire e Karla Brunet (Tecnologia Social)

Patricia Kirst (Expo Flickr)

Alex Primo (Keynote Twitter)

Este é o vídeo da apresentação do projeto:

Agora / Ágora from Estudio Nomade on Vimeo.Esta semana é o lançamento oficial do projeto AGORA / ÁGORA criação e transgressão em rede coordenado por Aron Krause Litvin e Daniel Muller Caminha do Estudio Nómade (Porto Alegre, Brasil). Conta com a curadoria geral de Angélica de Moraes e a coordenação web de Giselle Beiguelman. Juan Freire e eu participamos como curadores convidados (da parte dedicada a tecnologias sociais). O projeto possue dois eixos de atividade: por una parte, um espaço digital de interação criativa dedicado a projetos de artivismo e tecnologias sociais (“ágora”) e, por outra, uma mostra internacional com 14 artistas (“agora”) que se exibirá de 26 de maio a 7 de agosto no centro Santander Cultural de Porto Alegre (Praça da Alfândega). Esta é a apresentação do projeto no blog do Estudio Nómade:

… pretende celebrar e questionar nosso presente, cheio de urgências e possibilidades. Um tempo que se faz em fragmentos e sentidos que tem a duração dos afetos. Assim, encontra nas redes possibilidades de invenção. A nova lógica de colaboração e compartilhamento lança idéias múltiplas de inovação em diversas áreas do conhecimento, onde o capital social (as pessoas) é o maior bem. A arte no meio disso tudo, age como uma linha que atravessa e, independente, coloca-se no espaço. O projeto, que o Santander Cultural aposta nesse ano, tem dois eixos bem definidos. Autônomos entre si, se cruzam e criam sentidos singulares em suas propostas. Uma mostra internacional com 14 artistas / Uma plataforma web com dispositivos de criação coletiva. Ambas lançam um olhar para novas formas de produção, onde multi autoralidade, co-criação, auto organização e o tempo sobreposto [instantâneo simultâneo] conduzem para uma experiência ativa.

Nas próximas semanas, serão publicados os conteúdos (informações sobre os projetos selecionados e os artistas participantes) e atividades. Além da web do projeto, no blog já se começou a discutir alguns conceitos relacionados com os temas trabalhados na exposição e a conversa segue no twitter e facebook.

Agora / Ágora pretende ser um espelho crítico da cultura contemporânea, explorando seus oportunidades, paradoxos e contradições. O texto abaixo apresenta com mais detalhes os conceitos chaves da proposta e das atividades que se desenvolverão:

Hibridismo, sobreposição, instantaneidade. A vida atual cada vez mais parece caber naquela frase:”tudo ao mesmo tempo, agora”. É para celebrar, interagir e questionar esta característica fundamental de nosso cotidiano que o Santander Cultural de Porto Alegre apresenta o projeto “AGORA / ÁGORA – Criação e transgressão em rede”.

A mudança da percepção do tempo é uma característica do nosso agora. Há muito abandonamos a ilusão de atingir o todo, de ter uma explicação totalizadora de nosso lugar no mundo. Nossa atividade diária é costurar fragmentos, flashes, instantes, em um quebra-cabeças que jamais se completará. Nossa certeza de hoje é nossa dúvida de amanhã. Não existe mais a noção de que o passado explica o presente e iluminará o futuro. A validade das coisas é relativa ao momento que elas habitam.

Essa idéia é o eixo de todo o projeto e, ao mesmo tempo, a temática central da exposição “Agora/Instantâneo/Simultâneo”, curadoria de Angélica de Moraes que reúne 14 artistas nacionais e internacionais em torno da passagem rápida do tempo sobre as coisas e o resultado disso para o entendimento do nosso mundo atual. Todas as obras escolhidas, mesmo nas mídias tradicionais (pintura, escultura, desenho), envolvem esse tema ou foram feitas em meios expressivos que utilizam o tempo (filme, vídeo, fotografia, videoinstalação).

Além da exposição no espaço físico e em cruzamento com ela no espaço virtual, há o lado web do projeto, denominado Ágora, sob coordenação de Giselle Beiguelman e participação de Karla Brunet e Juan Freire. A palavra Ágora define bem sua característica: Ágora, na antiga Grécia, era o local onde os cidadãos se reuniam para resolver os destinos da cidade. Algo que a internet ampliou a nível planetário e que é aqui utilizado como plataforma de discussão de estratégias de criação coletiva de conhecimento e mobilização através das redes sociais. O objetivo é promover e fermentar o pensamento do agora como algo a ser construído coletivamente, a partir de idéias individuais.

O projeto “Agora/Ágora – Criação e transgressão em rede” apresenta formato inédito no circuito cultural brasileiro. O público é convidado a observar e interagir em dois espaços – o real e o virtual – que têm suas características próprias mas também se expandem e potencializam pela mistura e combinação.

Exposição Agora/Instantâneo/Simultâneo. “Toda a exposição está pensada para criar estranhamentos e mostrar o absurdo que seria tentar enquadrar, separar, classificar e medir a arte contemporânea, que cada vez mais trabalha na expansão de limites de percepção e no cruzamento de significados”, observa a curadora Angélica de Moraes.

Ágora. A plataforma Ágora é acessável em www.agora.art.br e inclui conteúdos informativos sobre Artivismo e Tecnologias Sociais, com “uma seleção comentada de projetos que propõem o uso colaborativo e original das redes, iluminando o potencial de dissidência da arte contemporânea”, afirma Giselle Beiguelman.

Segmento importante de Ágora, Fluxo de Idéias é um espaço de acolhimento e disseminaçao de idéias, que irá premiar propostas inovadoras na área do empreendedorismo social enviadas pelo público. Abrangerá ainda seminários via Twitter e exposições online de fotos e vídeos no Flickr. A curadora Angélica de Moraes fará Idéias Enredadas, seleção no Facebook de notícias, comentários e dicas sobre o que acontece no mundo expandido das artes no panorama nacional e internacional.

Atividades complementares. O projeto “Agora/Ágora – Criação e transgressão em rede” terá um ciclo de debates com pensadores e artistas, que acontecerá na sala multiuso do Santander Cultural e no Teatro do CIEE, além de aquecimentos reflexivos através do twitter. Um catálogo documentará a exposição e as atividades web tanto em versão impressa como no site do projeto.

Equipe:

Curadoria geral: Angélica de Moraes

Coordenação: Aron Krause Litvin e Daniel Muller Caminha

Produção Executiva: Bruna Fetter

Comunicação e Relacionamento: Estúdio Nômade

Arquitetura: Eduardo Saorin

Consultoria web: Giselle Beiguelman

Curadores convidados: Juan Freire e Karla Brunet (Tecnologia Social)

Patricia Kirst (Expo Flickr)

Alex Primo (Keynote Twitter)

Este é o vídeo da apresentação do projeto:

Agora / Ágora from Estudio Nomade on Vimeo.

Tags: , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *